Distrital de Portalegre: Estrela desiste e Gafetense na I Divisão
Desporto - 2015-02-27 17:50

afp_-_logoA Associação de Futebol (AF) de Portalegre suspendeu o início da segunda fase do campeonato distrital de seniores. De acordo com o previsto, a primeira jornada da I e da II Divisões estava marcada para o próximo domingo, 1 de março, às 15 horas.

Segundo o comunicado da AF de Portalegre, esta decisão foi tomada “em virtude da desistência do Sport Clube Estrela, de participar na segunda fase do campeonato distrital de seniores”.

Em face desta desistência do Estrela, o Gafetense foi promovido à I Divisão, enquanto a II Divisão passou a ter quatro equipas.

Assim, a I Divisão integra o Crato (21 pontos), Mosteirense (17), Fronteirense (15), Gavionenses (14) e Gafetense (12 pontos). Quanto à II Divisão distrital as quatro equipas são o Montargilense (12 pontos), Monfortense (11), Terrugem (5) e Sousel (zero pontos). O sorteio dos novos figurinos das duas competições está marcado para a próxima segunda-feira, 2 de março, às 21 horas, na sede da AF de Portalegre.

Em face desta decisão associativa, a Rádio ELVAS não realiza, no próximo domingo à tarde, o anunciado espaço dedicado à informação e reportagem desportiva em direto.

 
Resoluções do hospital reprovadas na Assembleia da República
Regional - 2015-02-27 15:35

AssembleiaRepublica

As três resoluções votadas, ao fim da manhã desta sexta-feira dia 27, no plenário da Assembleia da República (AR), foram reprovadas com os votos contra do PSD e CDS. As resoluções receberam os votos favoráveis, mas insuficientes, de PS, PCP, Bloco de Esquerda e "Os Verdes".

As três resoluções apresentadas em São Bento, por Partido Socialista, Partido Comunista e Bloco de Esquerda, visavam que a classificação de "urgência básica" do Hospital de Santa Luzia passasse a "urgência médico-cirúrgica".

RondaoAlmeidaConferenciaImprensa27FevO primeiro subscritor da petição em “Defesa do Hospital de Santa Luzia”, Rondão Almeida, diz-se “triste” com a decisão tomada em Assembleia da República, por “não conseguir atingir os objetivos que pretendia para o hospital”. “O que hoje se passou na Assembleia da República foi uma falta de respeito por parte dos deputados eleitos pelo PSD e CDS a uma petição subscrita por 11 486 cidadãos dos concelhos de Elvas, Campo Maior, Monforte, Alandroal, Borba, Vila Viçosa e Estremoz”, alegou esta tarde, em conferência de imprensa.

Rondão Almeida dirige ainda duras críticas a Cristóvão Crespo, deputado eleito pelo PSD no distrito de Portalegre, depois deste votar contra as resoluções apresentadas por PS, PCP e BE: “infelizmente, Portalegre tem um deputado chamado Cristóvão Crespo, que é eleito pelo distrito de Portalegre, e é ele a ter uma intervenção no sentido de inviabilizar a petição dos cidadãos, que ao fim ao cabo contribuíram para a sua eleição”. “Este deputado, de forma nenhuma, está lá para representar o povo do distrito de Portalegre; está lá para ganhar o seu e baixar as orelhas quando os de Lisboa o mandam fazer”, remata.

Cristóvão Crespo justifica o seu voto contra a alteração da classificação da urgência do Hospital de Santa Luzia, com o facto de “ter sido o Partido Socialista que construiu o modelo, definiu as valências, que disse como era o formato dos hospitais, e como era o formato da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano”. “Em 2008, quando foi discutida uma petição de teor semelhante, o PS, quando essa petição foi discutida na Assembleia da República, nem os resultados do distrito de Portalegre foi defender”, lembra.

Já Tiago Abreu, assessor do grupo parlamentar do CDS-PP na Assembleia da República e presidente da distrital do partido em Portalegre, alega que, enquanto elvense, “gostaria de ver as resoluções aprovadas”, mas lembra que “o PS não pode ter memória curta”.

A Comissão Política Distrital de Portalegre do PS, através do seu presidente, Luís Moreira Testa, reage com “perplexidade ao comportamento político do PSD, uma vez que a proposta de resolução apresentada na AR visava defender as unidades do distrito de Portalegre e, com isso, os habitantes do Alto Alentejo”.

Há dois dias, a petição apresentada tinha estado em debate no hemiciclo, onde já se adivinhava que os dois partidos que sustentam o governo não viabilizassem a alteração pedida por mais de dez mil peticionários dos concelhos de Elvas, Campo Maior, Monforte, Estremoz, Borba, Vila Viçosa e Alandroal.

 
Pedro Mota Soares em visita ao distrito de Portalegre
Regional - 2015-02-27 15:10

MotaSoaresBarbacenaO ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares, esteve hoje, sexta-feira dia 27, em visita ao distrito de Portalegre.

No concelho de Elvas o ministro visitou o projeto de ampliação do Centro Social de Nossa Senhora do Paço, em Barbacena.

“Tento permanentemente estar, naquilo que muitas vezes se diz ‘o mundo real’. Penso que é a quarta vez que venho a este distrito, porque quem tem a tutela da economia social, para quem tem uma grande preocupação em trabalhar com os nossos parceiros, que são a economia social, que são as instituições sociais”, garante Pedro Mota Soares, revelando ainda que tem “procurado desde o primeiro momento fortalecer as instituições da economia social, Misericórdias, IPSS’s, tenho desde o primeiro momento preocupado em dar sustentabilidade a estas instituições e que a resposta social efetiva, a quem é mais fraco e mais pobre, passe exatamente por essas instituições”.MotaSoaresCrecheCampoMaior

Nuno Mocinha, presidente da Câmara de Elvas, lembra que “um dos desejos da população de Barbacena é ver o seu Lar ampliado, estamos a falar de uma valência que pertence à Segurança Social. Era importante mostrar esta realidade ao senhor ministro, e acolher, por parte do ministério, a boa vontade em colaborar também nesta questão”. Para além deste projeto, o presidente da autarquia elvense realçou ainda os projetos do Centro de Dia da Boa-Fé e de um edifício que gostaria de ver recuperado, em Santa Eulália.

MotaSoaresOuguelaRicardo Pinheiro, presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, assegura que “esta obra era necessária, acima de tudo às crianças e aos pais das crianças do concelho de Campo Maior. Aumentar a capacidade nesta área era importante, porque de facto a forma como esta instituição se tem dedicado a cuidar das crianças e à educação das mesmas no nosso concelho tem sido muito importante, e claro que havendo crescimento no concelho de Campo Maior, era uma necessidade”.

A acompanhar esta visita esteve também presente Tiago Abreu, presidente da distrital de Portalegre do CDS e vereador na Câmara de Elvas; Pedro Murcela, presidente da Assembleia Municipal de Campo Maior; Luís Machado, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Campo Maior; João Carlos Laranjo, diretor do Centro Distrital de Portalegre da Segurança Social e Armando Varela, enquanto presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA).

Para além de Barbacena, Campo Maior e Ouguela, Pedro Mota Soares visitou ainda, ao longo da tarde desta sexta-feira, dia 27, outras localidades do distrito de Portalegre.

 
Corpo de Ricardo Santos chega hoje a Elvas
Regional - 2015-02-27 12:31

Ricardo_Santos

O corpo de Ricardo chega hoje, cerca das 17 horas ao complexo funerário de Elvas. O funeral realiza-se amanhã, sábado dia 28, de manhã.

O jovem polícia natural de Elvas foi colhido mortalmente por um comboio, juntamente com um colega, perto de Sacavém, no concelho de Loures, durante uma perseguição, na passada quarta-feira.

O acidente e a morte deste jovem estão a causar grande consternação, em especial no nosso concelho, onde o falecido tinha muitos amigos e colegas, além da família ser bem conhecida.

 


Menores de 18 anos isentos de taxas moderadoras
Nacional - 2015-02-27 10:54

TetoscopioTaxasModeradosO Governo decidiu estender a isenção de taxas moderadoras no Serviço Nacional de Saúde (SNS) a todos os menores de 18 anos.

A medida já tinha sido anunciada no Parlamento pelo ministro da Saúde, Paulo Macedo, e foi confirmada ontem, em conferência de imprensa, no final do Conselho de Ministros.

O ministro da Presidência, Luís Marques Guedes, explica que, com a alteração agora aprovada, ficam isentos de taxas moderadoras no SNS todos os menores, elevando o total de isentos para “seis milhões de portugueses”.

Recorde-se que até agora apenas estavam isentas de taxas moderadoras, as crianças até 12 anos. De acordo com o executivo PSD/CDS, esta alteração ao regime de isenção visa “garantir a eliminação de quaisquer constrangimentos financeiros no acesso dos menores aos serviços de saúde assegurados pelo Serviço Nacional de Saúde”.

Também ontem o Governo decidiu prorrogar, por três anos, o regime excecional de contratação de médicos aposentados.

 


Governo "corajoso e reformista", defende Tiago Abreu
Regional - 2015-02-27 10:38

JornadasTiagoAbreu1As comissões políticas distritais de Portalegre do PSD e CDS-PP reuniram ontem à noite para as “Jornadas do Investimento”. Para além dos presidentes - Armando Varela, do PSD, e Tiago Abreu, do CDS-PP - marcou presença no evento Nuno Crato, ministro da Educação e Ciência.

Com estas jornadas os partidos procuram evidenciar o caminho de crescimento económico já alcançado e destacar o potencial da estratégia de investimento que está a ser delineada pelo Governo, atendendo ao potencial acelerador da mesma por via do “Portugal 2020”.

De acordo com Tiago Abreu, presidente da distrital do CDS-PP, o atual executivo é “um governo corajoso e que está a ser o mais reformista de todos os governos que já exerceram funções em Portugal”.

 
Colisão em Vila Boim (Elvas) provocou dois feridos
Regional - 2015-02-27 09:17

AcidenteGenricoA colisão entre duas viaturas ligeiras, ao início da noite de ontem, quinta-feira, dia 26, provocou dois feridos ligeiros.

O desastre teve lugar no entroncamento das ruas de Elvas e de Campo Maior, junto ao nicho do Sagrado Coração de Maria.

O alerta foi dado pelas 19.58 horas e, no local, estiveram 11 elementos, duas ambulâncias, incluindo INEM, e uma viatura de desencarceramento.

 
«InícioAnterior12345678910SeguinteFinal»

Pág. 1 de 2738
A SEGUIR:

Logo_RCM_2013site

Logo_RNA

LogoMeteoElvas